julho 20, 2017

O que poderia ser

Você acredita que o céu, sempre cinzento, finalmente vai virar mar. Confia tanto, tem tanta certeza, que até já sente o cheiro do sal no ar. Chega a ver seus pés mergulhados na areia, descanso num final de tarde. Encontra a paz que tanto buscava.
E então, o choque de realidade te bate forte na cara e te faz acordar. Permanecerá no asfalto, realidade dura, oposto do sonhar.
Boas oportunidades foram feitas para poucos e mais uma vez confirmo que é falsa a tal teoria do SEGREDO. Não adianta idealizar, firmar pensamento no que acredita, quando a extensão de nossas pernas parecem âncoras fadadas a ferrugem do lugar.
A situação só muda quando se constrói um futuro promissor e para tanto não é preciso apenas esforços, mas sim uma dose de sorte, nem que seja pequena. 
O que poderia ser uma virada de página, mais uma vez não é.

do livro em andamento Histórias de nossas vidas



 

julho 19, 2017

A PERSISTÊNCIA obrigatoriamente exige
maior PERSPICÁCIA e podemos bem administrá-la.
A EXPECTATIVA nos motiva,
 tornando o nosso poder de PERSUASÃO viável.
Sofre de PENITÊNCIA aquele que não vive
o PRELÚDIO, mas de inatividade,
causando PENALIDADES por si só. 
 
 

O poder das palavras

Os de poucas palavras são os que realmente mais dizem.
Para sermos compreendidos não precisamos usar uma infinidade de palavras, como aqueles que preferem justificar-se, explicar os prós e os contras, motivos e razões num todo.
É muito fácil para quem gosta de falar e/ou escrever, criar uma enxurrada de palavras, cujo significado poderia ser entendido resumidamente.
O nosso vocabulário é extremamente vasto e intenso, significativo, percebam os exemplos abaixo e sintam a profundidade que tem:
- Desanimei - chega - vaza - arrependi
Qualquer uma dessas palavras usadas separadas e individualmente, faz com que até os mais desavisados fiquem espertos.
As palavras empregadas, ditas de forma categórica, com firmeza, dispensa explicações e roteiros.
- Fé, confiança, determinação, justiça
Todas as pessoas, até os menos letrados conseguem absorver a potência que cada uma carrega.
Frases nem muito estruturadas também conseguem alcançar o coração de qualquer um:
- Eu te amo - Melhor não - Depende - Quem sabe
Talvez ao ouvir, até crie-se expectativas e dúvidas, mas de certo passam e muito bem o recado.
Símbolos como certas palavras também exercem o mesmo poder, dispensando explicações. Imagens são gravadas no nosso subconsciente e mesmo que não o vejamos constantemente, uma vez os termos visto uma única vez, nos faz lembrar de seus significados:



Resumindo, ninguém precisa gastar o precioso tempo especulando formas de aceitarem suas afirmações, pois podem ser entendidas de uma forma rápida e compacta.


Recicle sua mente, não invente formas diferentes de alcançar pessoas. Se for esperto elas já foram alcançadas.

do livro em andamento Histórias de nossas vidas

julho 17, 2017

Afobação

Nem sempre conhecemos as razões que nos motivam, como também não conhecemos todas que nos puxam para baixo.
Precisamos viver um dia de cada vez, sem afobação, pois o tempo do universo é diferente do nosso. O que tiver que acontecer, acontecerá, se estiver escrito nas estrelas.
Tem dias que o chão parece nos faltar, falta-nos inclusive o ar e não entendemos o porque.
O que acontece é que até os mais fortes precisam de descanso. Não que deixaram de lutar, mas merecem, nem que seja por um curto tempo, pararem de pensar. 

do livro em andamento Recomeço



 

Sem medo de seguir adiante

Os nossos passos podem ser lentos ou apressados, dependerá muito do tamanho da nossa ansiedade.
Passadas largas são recomendadas apenas aos que já podem deletar-se na cama feita antes, cuja forma física e espiritual já conheceu o equilíbrio.
Anda compassadamente quem ainda busca caminhos e precisa prestar muita atenção a sua volta.
Absolutamente todos os nossos caminhos nos levarão à algum lugar, quer seja ele escolhido ou não; talvez só precisemos compreender os que foram feitos pra nós.

do livro em andamento Recomeço 

Acalma vossa alma cheia de dúvidas.
Confia no caminho que adiante haverá de seguir.
Abranda o desassossego e então chora, se assim precisar, esvaziando o coração. 

 
Mantenha-se sereno. O mundo tornar-se-á demasiadamente pequeno, quando deixar de ingerir o veneno da incredibilidade.
Com sentimentos amenos, teremos mais lucidez.
Nos deitaremos então, no feno confortável das possibilidades.

 
Não sei e nem quero saber, pois tem bocas que falam demais, tem olhos que enxergam de menos. O que não falta é gente que não tem mais o que fazer. 
Se é para conhecer, que conheça e não especule. Se é para fazer, que faça e não mande recado.
Só quem tem rabo preso é que teme o falatório, por mim... ignoro fofocas e mexericos.
Bom para todos que fique cada um em seu lugar.

 
O que passou, passou, não volta mais.
É como água de um rio, que não muda de rumo.
O que ficou pode mudar.
Depende de cada um, se prefere ser maré, mar.

 

julho 16, 2017

Tudo o que se espera é atenção

Que falemos apenas com quem esteja interessado no que temos a dizer. É totalmente desnecessário gastarmos saliva com pessoas que não estão dispostas a nos ouvir. Mas se existe algo de bom nesse tipo de aproximação, é perceber de cara o desinteresse, porque nem disfarçam. 
Se temos o que compartilhar, que seja com quem nos olhe nos olhos, que seja todo ouvidos. Constrangedor e humilhante receber migalhas de atenção. Somos quem tem real importância, quem merece amigos ao nosso lado. Se não desejarem amizade, que pelo menos sejam educados.
Experiências como esta faz com que aprendamos a dar mais valor as nossas escolhas e assim concentramos esforços buscando pessoas dignas de nossa companhia, aproveitando melhor o tempo.
A nossa necessidade de atenção nos trai e despercebidamente nos doamos a esmo. Caso não saibamos identificar pessoas, torna-se até simples, quando percebemos que suas respostas são curtas, sem conteúdo.
Quando só uma pessoa fala, está praticamente falando sozinha e se for assim, que conversemos com o nosso próprio espelho.
Insistir em manter relacionamentos vazios, é teimar em cometer o mesmo erro várias vezes, ignorando o que deveria nos oferecer aprendizado.
Não merecemos sermos ignorados. Se a nossa presença não faz diferença, nada iremos acrescentar. A sensação que se tem é de invisibilidade e continuaremos a sermos invisíveis deixando de enxergar certas pessoas como elas realmente são.
Quem ignora um dia provavelmente também será ignorado. Se for por nós, será por alguém que soube dar o troco com a mesma moeda. O tempo é o mestre das certezas, ele se encarrega de acertar as contas.

do livro em andamento Histórias de nossas vidas



julho 14, 2017

Ninguém deveria chorar, porque todo mundo 
é bem mais bonito sorrindo.

A primeira vez deve ser sempre muito importante,
afinal pode ser também e a última. 

Controlando nossa vida

Muito conveniente delegar responsabilidade ao destino, quando sabemos que é a nossa mente assalariada que deixa de nos motivar.
Os nossos pensamentos devem ser ensolarados, pois assim não mais provaremos do desequilíbrio. Mente positiva é mente sadia e promissora. Deixemos de sermos parasitas, paremos de contestar, falsear suposições, acreditando não sermos dignos de alcançar nossos sonhos.
Circunstâncias desfavoráveis sempre existirão, mas elas são feitas para serem contornadas, controladas.

do livro em andamento Histórias de nossas vidas

 

De quatro

Por hoje já deve bastar, se reclamar fica de castigo.
Quantas vezes não tinha nenhum para provar, mesmo assim sobreviveu?
Vício não se controla, pois é o vício que controla a gente.
Sei que vou parar, só não sei quando. Que seja então breve, por decisão, não conveniência.

do livro em andamento Recomeço

 

Penitência e misericórdia

Erros cometidos até podem ser perdoados, depende do tamanho e de quem o cometeu.
O ato do arrependimento não faz necessariamente estarmos aptos a receber o perdão, afinal cada caso é um caso, há de se pensar qual o seu então...
Se os erros aconteceram por inocência, há de se esperar a decência de ser compreendido. Já se fora erro com maldade, nem que tenhamos mais idade, nunca o veremos dissolvido.
O fato de não sermos perdoados, faz com que também jamais abandonemos a culpa. Que desculpa teríamos?
Embora o julgador seja o carrasco da vez, há de se entender que algumas das vezes só erramos por acaso, não por descaso ou pequinês. O que fora julgado, já se sente demasiadamente culpado e se condena de vez.
Quem nunca errou que atire a sua própria pedra, mas torça para que ela não seja como um bumerangue, já que sabemos que tudo que vai, volta.

do livro em andamento Recomeço

 

A prova dos nove

Era somente para provar. Não estava para degustação, porém já que disponível, talvez fosse agradar.
Era somente um petisco, algo que pudesse aguçar o paladar, no entanto despertou a fome.
O curioso, é que haviam diversas opções, mas nenhuma delas parecia despertar maior interesse.
Provou uma, duas vezes, não queria bastar.  A gula tem sabor de pecado, só quem dela já provou é que entende que gosto algum pode superar. Independente de quantas vezes se prova, quando se gosta, há de se querer continuar.
A mesa permanecia posta, para nenhum dos lados quis olhar.
E acreditando na inocência, viciou-se no paladar.

do livro em andamento Recomeço