novembro 29, 2014

e então na madrugada...

'' Deixe-me ir. Preciso andar. 

Vou por aí a procurar. 

Rir prá não chorar. 

Se alguém por mim perguntar, 

diga que eu só vou voltar 

depois que me encontrar...'' 

(Carlota)