dezembro 09, 2016

O coração é quem manda

Fiz da noite o meu diário de segredos, perdi então medo do escuro e da madrugada, mas com isso fiz da alvorada, uma desmiolada, jogando ao vento frases soltas, sem praticamente dizer nada, tamanha insanidade cometida.
Fiz do verbo amar quase o meu dominador e dominada praticamente perdi toda a minha razão.
Sentimentos constantemente exibidos começam a parecer sem sentido, depois de chegarmos a exaustão. Porém, não podem ser extinguidos, muito menos esquecidos, seria conosco uma ingratidão, desrespeito ao nosso coração.
O coração é quem só diz a verdade, não sabe disfarçar. Ele sente e ponto, não interessa se tem ou não razão.

do livro Deixa Partir por Catia Garcia