março 30, 2017

Sonhos alados


Idealizamos felicidade eterna
Pegando carona nas asas de um sonhar
Como sonhos não são realidade
Aos poucos vamos perdendo a sanidade
E no chão continuamos a ficar.

Projetamos liberdade terna
Imaginando os céus ainda alcançar
Como liberdade não é verdade
Já loucos descobrimos a dura crueldade
Que é a de sonhar.