abril 14, 2017

Escolhemos nossa fé

A falta de informação sobre a magia é que fazia com que as pessoas de outros tempos, os mais remotos, temessem pelo que não conheciam. Não é mais desculpa, já que temos em mãos a maravilha tecnológica chamada internet. Embora nem tudo que se encontre seja confiável, não nos faltam oportunidades de pesquisa, pois ela pode e deve ser mais abrangente. Há fontes confiáveis, a altura do nosso poderoso intelecto.
O problema encontrado nesses novos tempos é a religião, pois algumas delas fazem com que a mente se feche, não oferecendo oportunidade de irmos mais além. A cultura da magia é extremamente abrangente, sem dúvida também envolve religiões, mas não que seja prática obrigatória.
Quanto mais pudermos conhecer melhor, pois já sabendo sobre o vasto conteúdo, teremos o livre arbítrio para seguir confiante nos escolhidos caminhos.
O fato de dedicar-se a leitura desse assunto, não fará com que seja pecador, pois a curiosidade, a determinação em saber sobre outras crenças nos engrandece.
A fé nos fortalece, mas quando exagerada também nos cega. Não precisamos aceitar as práticas de cada cultura, mas é preciso que ao menos as respeitemos. Se não fosse a nossa fé, não nos sentiríamos tão completos e fortalecidos, já que uma memória de solidão é do ser humano. Sem acreditar num poder maior, aquele que nos protege e particularmente nos ajuda nos momentos difíceis, seria muito mais difícil continuar nossa jornada de aprendizado.
O fato de existirem cerimônias em cada religião, não deve nos amedrontar, pois toda e qualquer uma tem a sua; porque não conhece, não significa que não seja autêntica. Uma oração por exemplo, é também uma cerimônia, é um momento especial, quando dedicamos nosso pensamentos à um Deus, naquele momento muito particular.
Não é a religião, não é a magia que prejudica, quem prejudica-nos são os Homens, aqueles da maldade, os aproveitadores, pois usufruem do poder de influenciar pessoas, em já conhecidas vezes, de forma errada.
Se for para seguir, aceitar, que se opte pelo coração, saberemos identificar o que nos cabe, o que nos faz bem. Temos ao nosso alcance um mar de possibilidades.


do livro em andamento Encantamentos Místicos