maio 08, 2017

Não perca tempo com quem não tem tempo para você

Estamos sempre em busca de novidades. É interessante conhecer outras vidas, outras formas de pensar, o problema é que o desejo pode não ser recíproco e acabamos sendo inconvenientes.
Somos carentes até certo ponto e como crianças mimadas precisamos de atenção. Se pudéssemos, virávamos cambalhotas, assoprávamos língua de sogra na frente das pessoas, tudo para sermos notados. A nossa teimosia nos cega e perdemos assim um valioso tempo tentando agradar. O mais difícil é aceitar que não somos tão especiais quanto gostaríamos.
Quem não nos procura, é porque não tem interesse, simples de entender. Contentar-se em ser o plano B é humilhante e não devemos aceitar situações em que somos dispensáveis.
Pessoas que não nos valorizam, que não nos aceitam como somos, não são dignos de permanecerem ao nosso lado.
Sermos procurados somente quando precisam de nossos favores, de longe pode ser considerado como amizade, pois amigos se gostam e tem vezes que até se suportam, mas estão sempre juntos.
“Não fazemos amigos, nós simplesmente os reconhecemos”.


do livro em andamento Encantamentos Místicos