junho 29, 2017

Espírito jovem

Somente seremos velhos se permitirmos que envelheça a nossa alma, afinal ela é a única capaz de continuar ativa por toda a eternidade.
Revelamos que estamos ultrapassados quando do nosso comportamento, quando nossas palavras e expressões nos entregam.
Embora sintamos que exista em nós um espírito ainda livre, é nos expressando da forma que conhecemos, que entregamos o peixe já na bandeja, pronto para ser devorado.
Não percebemos o deslize porque nosso único interesse é nos adequar a cada situação.
Entendemos, nós os mais antigos, que tudo tem seu tempo, que os jovens de agora é que realmente são os jovens do poder, porém eles também como nós envelhecerão e experimentarão desse desconforto.
Para continuarmos jovens, não precisamos nos disfarçar, nem disfarçar nossas atitudes e pensamentos; jovens continuarão a ser todos que ainda permanecem com a mente ativa, embora o corpo não entenda todas as mensagens.

do livro em andamento Histórias de nossas vidas