junho 24, 2017

Viver sem medo

Bom mesmo é termos novas chances, como a de nos reencontrarmos e nos reinventarmos. Já sabendo onde mora o perigo, o evitamos, só não dá para abandonar antigos sentimentos.
Somente quem vive a intensidade de cada momento, é que entende a proporção emocional que causa. Não dá para deixar de ouvir o coração, ele sempre fala mais alto.
Para agarrar, então, o novo momento de uma forma mais segura, só é preciso que tenhamos as mesmas garras de quem já se feriu e não deseja mais dor alguma.

do livro em andamento Histórias de nossas vidas