julho 22, 2017

Mantenha-se sintonizado

Coincidências não existem, o que recebemos são sinais, mas como são muito sutis, na maioria das vezes nem percebemos.
A morte também não existe, pessoas apenas mudam de plano, deixando o material. Os nossos entes queridos poderão inclusive, atender aos nossos chamados e ficarem ao nosso lado, mas não estamos preparados para confrontos e enquanto ainda deste lado da vida é porque temos muito que aprender. Se não fosse assim, o contato com os que já partiram, poderia ser verbal e até visual, porém metade de nós não suportaria, não estamos preparados.
Manter-se em sintonia com o mundo invisível nos proporciona maior entendimento e aproximação. São os olhos do nosso subconsciente que enxergam.
Experimente desapegar-se ao que só vê e preste mais atenção ao que sente. Como a sensação de ter alguém do nosso lado, mesmo que estejamos sozinhos. Como um arrepio repentino sem corrente de vento. Quando pensamos numa pessoa, num amigo ainda em vida, em seguida toca o telefone e nos surpreendemos com ele do outro lado. Quando sentimos um tristeza vinda do nada e ficamos sabendo de alguém que passa por uma grande dificuldade e vem nos contar. São sintonias de espírito, estamos todos próximos demais uns dos outros e nem notamos.
Apesar de querermos compreender tudo o que acontece ao nosso redor, não somos capacitados para absorver absolutamente todas as informações, pois elas ainda não estão ao nosso alcance. Por isso recebemos sinais, eles estão em toda parte, acontecem praticamente todos os dias e os consideramos como coincidências apenas porque a palavra nos é cômoda e até certo ponto esclarecedora.
Quando deixamos de questionar, aprendemos a aceitar sem frustrações. Permaneceremos aptos a novos contatos mantendo o nosso coração tranquilo, em paz e confiante, afinal somos protegidos por uma força divina, a do amor, sem o qual nenhum de nós mereceria estar por aqui. Lembre-se que o mau apenas entra em nossa vida quando convidado.

do livro em andamento Encantamentos místicos